Os locais de escalada dividem-se em sectores e os sectores em vias. Na fotografia: Escalador Carlos "cuca" Simes no Penedo Norte em Sintra, na via "Deus do Vento" com grau de dificuldade 7a, numa escala aberta cujo grau máximo conseguido até hoje é 9b+.| Fotografia: Ricardo Alves Photography

Locais de escalada em Portugal

A revista Descla e o Mãos de Resina vão dar-lhe a conhecer sítios na Natureza que talvez sejam difíceis de descobrir se não for lá através da escalada.

A prática deste desporto permite-nos desenvolver mentalmente o controlo do nosso corpo num contexto fora do comum e normal do dia-a-dia, a par de atividades como o yoga, por exemplo.

Escalar a rocha é movimentar-nos passo a passo na parede utilizando saliências ou buracos (chamadas “presas”) onde podemos colocar os pés e mãos. Presas estas existentes de acordo com o perfil da parede, e isso obriga-nos ao processo de adaptação à natureza que é algo que nos dá grande satisfação!

Tudo isto se passa numa qualquer falésia por esse país fora, em sítios de cortar a respiração só de contemplar a beleza natural onde estão inseridos.

À beira-mar ou num vale rochoso sarapintado pelas matas, ou no topo de uma serra que nos permita avistar outros pontos bem distantes da região, a escalada em Portugal permite-nos conhecer e desfrutar de novos locais, mas também viver e partilhar sensações e momentos de prazer e harmonia com a natureza. Sendo Portugal um país com grande variedade de locais no que toca a prática de escalada, com este artigo ficamos a saber onde viver tudo isto e ainda mais.

Nesta série de “10 locais de extrema beleza para a prática de Escalada em Portugal”  mostraremos um local por dia ao longo de 2 semanas para que possa descobrir um pouco mais de cada um.

Não perca nas próximas semanas estes locais de extrema beleza para a prática de escalada em Portugal seleccionados pelo Mãos de Resina, canal de escalada, e pela Revista Descla.