Os locais de escalada dividem-se em sectores e os sectores em vias. Na fotografia: Escalador Diogo Fartaria, no sector "Pia", na via "Sapão", com o grau de dificuldade 7C, numa escala aberta cujo grau máximo conseguido até hoje é 9b+.| Fotografia: Ricardo Alves Photography

Locais para escalada em Portugal

Esta é uma das principais zonas de escalada em Portugal já que aqui, a rocha calcárica é de grande qualidade para a prática. O calcário é uma rocha muito macia que conta com muitos buracos, pequenas cavidades e relevos, resultantes da ação dos elementos erosivos, que formam boa presas para escalar, não sendo abrasivas para as mãos.

É uma zona muito visitada por escaladores pela sua concentração e número elevado de vias para todo o tipo de dificuldade, mas também pelas vistas que se podem obter ao percorrer o percurso pedestre do Buraco Roto.

No seu ponto mais alto, o percurso leva-nos a apreciar a beleza das escarpas de calcário que deram origem a grutas, cavidades e recantos na rocha resultante da erosão dos calcários, como é o caso da Pia da Ovelha. Este modelado cársico tem a peculiaridade de, nos dias mais chuvosos dar forma a um caudal, como resultado de infiltrações diversas, assemelhando-se a uma nascente de água.

A designação Pia da Ovelha foi atribuída por pastores locais que aproveitavam a existência desta gruta natural para abrigar os seus rebanhos, saciando-lhes a sede com a água aqui retida.

Reguengo do Fetal

39°38’02.9″N 8°45’34.9″W

Amanhã, a Revista Descla e o “Mãos de Resina” trazem-lhe então outra sugestão de visita.