Os locais de escalada dividem-se em sectores e os sectores em vias. Na fotografia: Escalador Leopoldo Faria, sector "Microondas" em Vale de Poios, via "Missão Cumprida", grau de dificuldade 7b, numa escala aberta cujo grau máximo conseguido até hoje é 9b+. | Fotografia: Ricardo Alves Photography
Publicidade

Locais para escalada em Portugal

A rocha calcária é bastante macia o que a torna facilmente erodível pelos ventos e chuvas, fazendo com que existam saliências e buracos das mais variadas formas e tamanhos. É ainda pautada por várias linhas de cores cinzentas amarelas e laranjas, resultando em belas paredes, com tetos e grutas que merecem a nossa admiração. Um dos sectores de prática foi apelidado de “Microondas” pelos escaladores por receber sol direto desde o meio-dia até se pôr, tornando o local quente em dias de céu limpo, mesmo nos dias de inverno.

Com uma paisagem indescritível de extraordinária beleza, o vale ou canhão de Poios é extenso, rochoso e verde ao mesmo tempo e é abençoado por uma luz solar incidente na rocha do lado nascente como poucos locais de prática são.

A rota do Vale de Poios tem como ponto mais alto a capela de Nossa Senhora da Estrela onde existem vários locais, ou sectores, para praticar escalada. A 350m de altitude, deste ponto da Serra de Sicó podemos ainda observar o pôr-do-sol na Serra da Boa Viagem na Figueira da Foz.

Vale de Poios

39°58’51.9″N 8°33’13.4″W

 

São 10 os locais de extrema beleza para a prática de Escalada em Portugal que o vão levar a visitar locais que de outra forma seria difícil de conhecer. Amanhã a Revista Descla e o “Mãos de Resina” trazem-lhe então outra sugestão de visita.