Os locais de escalada dividem-se em sectores e os sectores em vias. Na fotografia: Escaladora Ana Marisa Correia, sector “Rampa dos Crocodilos” na Fenda | Fotografia: José Carlos Sousa

Locais para esclada em Portugal

A Fenda é um desses locais e constitui um “geomonumento” de rara beleza natural, há muito conhecido, mas sem informação arqueológica publicada. A verticalidade e dureza das suas paredes tem proporcionado uma verdadeira Meca para os amantes da escalada, que equiparam aquela arquitectura natural com várias vias de diferentes graus de dificuldade.
Como o próprio topónimo indica, trata-se de um acidente tectónico, que se abre ao longo de aproximadamente 700 metros na encosta sul da Serra da Arrábida, sobranceiro e paralelo à linha de praia do Portinho.
Ana Marisa Correia, uma experiente escaladora que conhece bem a região, fala-nos do Psicobloc ou Deepwater Soloing, que é uma das vertentes da escalada que mais gosta de praticar no verão, pela envolvência e adrenalina.

No Psicobloc não há seguranças, o escalador escala em “solo” uma falésia junto ao mar e a queda é amparada pela água.”

Prática do Psicobloc. Local: Sesimbra | Fotografias: José Carlos Sousa
Prática do Psicobloc. Local: Sesimbra | Fotografias: José Carlos Sousa

“Dada esta especificidade é bastante aconselhável que se tenha um conhecimento prévio do local, composição da rocha, altura da queda e procedimentos de segurança a adoptar ao entrar/cair na água,  assim como confirmar não só que na zona de quedas não há rochas como o estado da maré, sendo que na maré cheia será à partida a melhor altura para se escalar.

psico_arr2Para o Psicobloc não é preciso muito equipamento, bastam uns pés de gato (calçado específico para a prática de escalada), saco de magnésio (cuja função é transportar o pó de magnésio que permite secar os suor das mãos), fato de banho e muita vontade de fazer força, para não acabar o equipamento e escalador dentro de água!

Para quem vive em Lisboa e arredores, o local mais acessível é em Sesimbra, junto ao Porto de Abrigo, uma vez que tem não só um spot acessível para ambientar e desfrutar como vias mais expostas e delicadas para todos os gostos.”

Serra da Arrábida

38°26’57.8″N 9°04’08.7″W

São 10 os locais de extrema beleza para a prática de Escalada em Portugal que o vão levar a visitar locais que de outra forma seria difícil de conhecer que a Revista Descla e o Mãos de Resina reuniram para si.

COMPARTILHAR
O Mãos de Resina é um canal de escalada Português para quem já escala ou quer escalar! Entrevistas com quem escala, notícias sobre o que está a acontecer, artigos sobre a modalidade, é aquilo que o Mãos de Resina te pode dar em primeira mão. Tudo recolhido, prontinho e acessível para assistires e subscreveres.