Começou a jogar ténis aos sete anos e, desde então, não mais parou. João Sousa foi o primeiro tenista português a vencer uma prova do ATP World Tour, ao sagrar-se vencedor do ATP250 de Kuala Lumpur, em 2013.

Foto Jorge Monteiro/Gestifute Media
Foto Jorge Monteiro/Gestifute Media

Dois anos depois, repetiu o feito, conquistando a vitória no ATP250 de Valência, um momento que considera o ponto alto da sua carreira. “Venci jogadores melhor classificados do que eu em todas as rondas, na final venci um tenista da casa e tive toda a minha família, namorada, amigos e equipa a apoiar-me in loco, o que tornou tudo ainda mais especial”.

A carreira do vimaranense está recheada de palmarés… e recordes. Foi o primeiro tenista luso a entrar no Top-50 (em 2013) e no Top-40 (em 2014) do ATP World Tour e o primeiro a conquistar o estatuto de cabeça de série num Grand Slam (no US Open, em agosto de 2014).

João Sousa pod

Fotografia: Lea Weil
Fotografia: Lea Weil

e voltar a celebrar outro marco na sua carreira muito em breve. O tenista definiu a presença no Rio 2016 como um dos principais objectivos para este ano. Enquanto espetador, recorda alguns dos momentos de glória lusa na prova. “Memórias dos Jogos Olímpicos tenho da medalha de prata do Obikwelu em 2004, do Ouro de Nelson Évora em 2008 e da Rosa Mota em 1988”, lembra. “Sempre gostei muito de ver os 100 metros nos Jogos Olímpicos”.

A preparação para o Rio 2016 “está a correr bem”, afirma João Sousa, “dentro do plano estabelecido com o meu treinador”. “É um sonho de criança que espero poder concretizar este ano”.