A triatleta portuguesa Melanie Santos

Os triatletas portugueses Miguel Arraiolos e Melanie Santos vão tentar este sábado conquistar mais pontos na qualificação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, ao competirem na quarta etapa da Taça do Mundo ITU em Huatulco, no México.

A competição vai ser disputada na distância standard olímpica (1500 m natação, 40 km bicicleta, 10 km de corrida), com temperaturas a rondar os 30 graus e humidade nos 70 por cento, num percurso com muitos desníveis que vai colocar à prova à prova a resistência e a inteligência táctica dos atletas.

“As condições climatéricas são muito duras nesta prova, mas também por isso viemos uma semana antes para poder fazermos uma boa adaptação. Relativamente ao percurso, é também muito desgastante, especialmente o segmento de ciclismo, que tem uma subida muito exigente. Será fundamental não nos precipitarmos e fazer uma boa gestão da prova”, antecipa Miguel Arraiolos.

Melanie Santos, que tem feito uma fase de qualificação olímpica surpreendente, não esconde o otimismo. “Faltam duas etapas a contar para a qualificação olímpica e sinto que estou muito perto de realizar o meu sonho, mas aconteça o que acontecer, sei que fiz o meu melhor e cresci muito como atleta”, confessa a jovem de 20 anos, idade que a colocaria, teoricamente, como uma certeza para Tóquio 2020, mais do que como uma presença na “start list” olímpica do Rio.

Os dois atletas do projeto olímpico da Federação de Triatlo de Portugal vão ter a companhia de Filipe Azevedo, português baseado no Dubai que vai fazer a sua estreia na Taça do Mundo 2016. Depois da prova mexicana, Miguel Arraiolos e Melanie Santos ainda planeiam competir na prova da WTS (World Triathlon Series) de Yokohama, no dia 14 de maio, véspera de encerramento do processo de qualificação para o Rio.