Fotografia: ICNF

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) anunciou o nascimento da primeira ninhada de lince-ibérico no Parque Natural do Vale do Guadiana, onde foi fotografada uma cria “de cerca de 45 dias” acompanhando a sua progenitora, Jacarandá, a primeira fêmea a ser solta em Portugal, em dezembro de 2014.

O ICNF revela que os dois felinos foram identificadas através dos procedimentos de monitorização instalados na Herdade das Romeiras pela equipa de seguimento, que assim viu confirmada a primeira cria nascida em liberdade em Portugal em muitos anos.

Jacarandá tinha nascido em cativeiro em 2012 no Centro Nacional de Reprodução de Lince Ibérico, em Silves, sendo filha de Flora e Foco. Em 2014, no âmbito do programa de reintrodução LIFE+ Iberlince, foi colocada no cercado de solta branda da Herdade das Romeiras, no Baixo Alentejo, juntamente com o macho Katmandú – que se pensa ser o pai da cria -, e posteriormente libertada.

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas considera este acontecimento como “um marco na conservação do lince-ibérico uma vez que é a primeira reprodução em ambiente natural com êxito comprovado em território nacional desde há décadas”.

O ICNF reconhece também o trabalho dos proprietários e gestores que colaboram com o Programa LIFE+ Iberlince, nomeadamente a Herdade das Romeiras, agraciada este ano com o Prémio Conservação do Lince Ibérico em Sevilha pelo Programa LIFE+ Iberlince.

Com o nascimento desta cria de lince ibérico, confirma-se a reprodução de animais em todas as áreas de reintrodução do Programa LIFE+ Iberlince, um êxito que o ICNF considera “da maior importância e significado”.