A vila de Ponte de Lima vai receber, nos meses de julho e agosto, uma exposição de Arte Contemporânea que propõe aos artistas a descoberta de lugares incríveis, espaços de exposição de qualidade e gratos públicos. A mostra vai ocupar vários locais na vila, espaços carismáticos, como museus, um jardim temático, uma antiga prisão e uma capela.

Trata-se de uma iniciativa de interesse artístico que visa divulgar algumas das obras de escritores e artistas plásticos de diferentes nacionalidades e colocá-las em diálogo com a população de diversas cidades portuguesas.

Os autênticos edifícios históricos, que foram convertidos em galerias de arte e espaços de promoção de eventos na vila de Ponte de Lima, acolhem agora arte contemporânea.

Com este evento pretende-se de alguma forma estimular o diálogo e a interculturalidade. Qualquer artista português ou de outra nacionalidade pode participar na exposição, com as suas obras, numa Mostra temporária em cada localidade.

Segundo a Câmara Municipal de Ponte de Lima, até ao momento já estão inscritas mais de 450 obras de um total de 160 autores provenientes de vários continentes.

A sugestão temática ART-MAP Ponte de Lima 2016 é o “Re-Conhecimento: arte como um saber visual”, podendo-se, na opção ‘Conceito’, disponível em linha, encontrar-se propostas de tópicos a explorar, além de outras informações, como, lendas e tradições limianas, ou sobre os espaços de exposição a usar, consubstanciando o diálogo de culturas que se visa promover.

Relativamente as Regras de Participação também disponíveis, o convite à participação de escritores e artistas plásticos está aberto até 5 de maio, a submissão é feita online, podendo assim cada concorrente apresentar três obras no máximo, nas diferentes categorias, Pintura, Artes Gráficas, Fotografia, Escultura, Vídeo, Instalação de Arte, Land Art, Light Art, ou Poesia.

Para mais informações sobre este projeto móvel e sobre o concurso aberto até dia 5 de maio, pode consultar o endereço  http://projectartmap.com/submission/, onde está disponível também o formulário de candidatura e pode ainda visitar as obras já submetidas ao concurso de 2016.