A Seleção Portuguesa de Sub-17 confirmou esta quarta-feira o primeiro lugar no Grupo A do Campeonato da Europa e a presença nos quartos de final da prova.

Quase com o apuramento garantido, a equipa das quinas entrou muito bem no encontro da última jornada e logo aos quatro minutos de jogo já tinha obrigado o guarda-redes belga a fazer duas intervenções de nível elevado, perante remates de fora da área de Quina e Miguel Luís. A Bélgica reagiu ainda no primeiro quarto de hora, com Boonen a surgir sozinho, acabando por ser travado por Diogo Costa.

A seleção portuguesa controlou uma boa parte do tempo, dispôs também de algumas ocasiões de golo mas esteve longe de assinar um exibição brilhante. Mesmo assim, aos 34′ e aos 35′, esteve muito perto de marcar, na primeira ocasião com Rafael Leão isolou-se mas o lance foi travado por fora de jogo e, no segundo, João Filipe meteu mesmo a bola na baliza do guarda-redes belga, mas o lance foi anulado por fora de jogo.

Ao empatar a zero com a seleção da Bélgica no jogo disputado no Azerbaijão, a equipa de Hélio Sousa soube gerir um resultado que interessava e que, de certa forma, agravada aos belgas, com o segundo lugar quase garantido. A equipa das quinas somou sete pontos, mais dois do que a Bélgica e mais três do que a equipa da casa.

Com este desfecho, Portugal fica à espera dos próximos dois jogos do Grupo B, onde vai encontrar o adversário luso nos quartos de final, com Áustria e Alemanha a serem as candidatas para o jogo de sábado.