Fotografia: Comité Olímpico de Portugal

Os portugueses Telma Santos e Pedro Martins conseguiram este domingo o apuramento para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, ao aparecerem na primeira lista de qualificação da Federação Internacional de Badminton.

Os dois jogadores vão assim para a sua segunda participação olímpica, depois de Londres’2012, e aumentam para 67 o número de atletas portugueses apurados para o maior evento multidesportivo do mundo.

No triatlo, Miguel Arraiolos aguarda a confirmação para os Jogos do Rio de Janeiro por parte da federação internacional da modalidade (ITU), depois de ter alcançado no último sábado o 46º lugar na etapa da World Triathlon Series de Yokohama, que decorreu no Japão, posição que lhe concede oficiosamente uma vaga na “start list” dos Jogos.

No final da prova, o atleta destacou a evolução a evolução nos últimos dois anos. “Foram dois anos repletos de emoções. Só quem viveu esta campanha de perto é que consegue realmente avaliar o que passámos. Há quatro anos não imaginava um dia estar tão próximo de uma qualificação olímpica e sei que tenho a agradecer a todas as pessoas que me apoiaram, especialmente aos que vivem isto mais de perto: o meu treinador, colegas de treino, amigos, e mais que tudo, à família”, revelou.

Melanie Santos, de 20 anos, que esteve até esta etapa na luta por um lugar nos Olímpicos, falhou esse objetivo, mas marcou a história do triatlo português com uma surpreendente campanha que serviu, essencialmente, para ganhar maturidade para os Jogos de Tóquio’2020.

“Este ano não foi possível, mas lutarei para estar nos Jogos Olímpicos de 2020”, garantiu a jovem triatleta, admitindo que cresceu bastante nos últimos meses, pelo que não vê a falha na qualificação como uma derrota. “Todo este processo fez-me perceber que quero realmente esta vida de atleta e que tenho possibilidades de lutar por um bom lugar em 2020. Agora, resta-me descansar e preparar o resto da época, a começar pelo Europeu de Lisboa”, realçou.

O presidente da Federação de Triatlo de Portugal, Fernando Feijão, congratulou todos os atletas, destacando o retorno do investimento realizado. “A Melanie e o Miguel estão ambos de parabéns, tal como o João Pereira e o João Silva, que já tinham garantido o apuramento. Independentemente da qualificação do Miguel se confirmar e termos três homens nos Jogos do Rio, sabemos que lançámos as bases para uma representação olímpica ainda mais robusta em Tóquio”, sublinhou.