A Noite Branca é uma das festas mais acarinhadas pelos vimaranenses. Fotografia: CM Guimarães

A cidade de Guimarães vai transformar-se numa gigantesca pista de dança no dia 9 de julho, em mais uma edição da Noite Branca, a mais longa do ano, na qual todos são convidados a sair à rua vestidos de branco.

A música vai estar em todo o lado, com vários palcos espalhados pela cidade para fazer dançar até de madrugada, ou esta não fosse uma das festas mais acarinhadas pelos vimaranenses.

Para os mais ecléticos, o palco do Largo João Franco, liderado pelos The Fucking Bastards, vai ter hip hop, r&b, pop, drum and bass, reggae, samba, arroxa, pagode, afrobeat e kizomba.

Na Praça de S. Tiago, Nuno Luz promete fazer o público dançar ao som de house comercial, enquanto no Largo Condessa do Juncal os ritmos vão variar entre funk, soul e comercial, e aqui quem manda é Nelson Lisboa.

Os nostálgicos da música dos anos 70, 80 e 90 podem ir até à praça da Plataforma das Artes e da Criatividade, que vai acolher o Palco Remember, onde Francisco Gil vai rolar todos os saudosos hits desses idos anos. A Rua de Sto. António também adere à festa com o Palco Dance Music, Comercial para animar esta importante artéria da cidade.

O Trio Elétrico também está de volta à Noite Branca, descendo do Largo da Mumadona até ao Largo do Toural para debitar bem alto música eletrónica, dance music e house. Pedro Cazanova é o condutor de serviço e, depois de estacionar, a festa vai prosseguir noite dentro.

Além da música, a cidade vai enchre-se também com diversas animações que prometem tornar a noite ainda mais brilhante.

COMPARTILHAR