Os afamados Pastéis de Vouzela são a estrela maior do festival. Fotografia: DR
Publicidade

A confeção de um folar de Vouzela “gigante e solidário” é a grande novidade da 8ª edição do Festival de Doçaria “Doce Vouzela”, que vai realizar-se entre 30 e 31 de julho na vila. Cerca de 16 produtores já se inscreveram no certame, que durante dois dias vai dar a provar o melhor da doçaria regional.

A abertura do festival, no sábado, dia 30, às 15:00 horas, vai contar com a presença do secretário de estado das Autarquias Locais, Carlos Soares Miguel, seguindo-se a prova de doçaria, uma arruada pela Filarmónica Verdi Cambrense e a atuação do grupo de gaita de foles Girafoles.

Ainda durante a tarde, vai decorrer a oficina do doce para miúdos e graúdos dinamizada pelo CLDS3G Vouzela e cujas inscrições podem ser efetuadas no Posto de Turismo de Vouzela.

Pelas 21:30, os produtores locais vão confecionar um folar de Vouzela “gigante e solidário”, cuja receita da venda reverte para a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Vouzela. A noite vai terminar com a atuação dos Flor de Lis, um grupo de música tradicional que representou Portugal na Eurovisão 2009, em Moscovo, e que vai partilhar o palco com a Sociedade Musical Vouzelense.

No domingo, dia 31, a manhã vai ser ocupada por atividades desportivas e à tarde vai haver música, primeiro com a Banda às Riscas e depois com o Grupo de Trajes e Cantares de Loumão. Pelas 17:30, vai realizar-se mais uma oficina do doce, seguida de uma nova atuação da Banda às Riscas.

O grupo de música tradicional Vozes d’Aldeia vai encerrar o Festival de Doçaria “Doce Vouzela”, a partir das 21:30. Ao longo dos dois dias, o evento, promovido pela Câmara Municipal, inclui ainda insufláveis para os mais novos, comboio turístico e cake design.