De 14 a 21 de agosto a capital do míscaro recebeu milhares de visitantes nas Festas de S. Bernardo.

Desde música, desporto, gastronomia, foram diversas as actividades promovidas durante o certame. Para começar em forma, no domingo de manhã, 14 de agosto, os eventos desportivos foram reis. Decorreu o Running Sátão, com uma corrida de 10 quilómetros e uma caminhada de 6 quilómetros.

A 18 de agosto o dia foi dedicado aos emigrantes, com um grande almoço convívio e muita música e animação.

No dia 20 de agosto, dia do município, o programa começou logo pela manhã com a tradicional Feira Anual e Concurso de Gado. Após a eucaristia, decorreu a inauguração do Monumento de Homenagem aos Combatentes do Ultramar. Nesta ocasião solene em que se prestou homenagem aos satenses que lutaram durante a guerra estiveram presentes antigos soldados, o núcleo de Viseu da liga dos combatentes e o regimento da infantaria 14. “Hoje no Sátão a história acontece”, frisou o Tenente Coronel José Carlos, presidente do núcleo dos combatentes.

Da parte da tarde decorreu o descerramento de lápide no Bussaquinho e às 15:30 horas foi entregue o prémio Literário “Cónego Albano Martins de Sousa”, este ano na sua 1ª edição, a José Carlos de Figueiredo Rocha, com a obra “O Encantador de Pássaros”. Houve ainda uma menção honrosa entregue a Rosa Maria Lopes Quinteiro do Amaral com a obra “A Magia da Vida”. O presidente da autarquia, Alexandre Vaz, já prometeu uma segunda edição do prémio, desta vez em verso.

Para encerrar o evento, no dia 21, houve um espectáculo de perícia automóvel, um festival de sopas e a atuação do artista Mickael Carreira, que encheu o recinto.

COMPARTILHAR