A tradição tem como objectivo receber aqueles que habitualmente não têm lugar à mesa na ceia de Natal. | Fotografia: Tiago Canoso

Entre 24 de dezembro e 6 de janeiro, Dia de Reis, grupos de homens e mulheres andam de casa em casa a visitar familiares e amigos e degustando os doces e licores tradicionais que estão em cima das mesas.

Antes de entrar, perguntam “o menino mija?”, uma espécie de senha para um ritual cujo objetivo é receber aqueles que muitas vezes não têm lugar na ceia de Natal, por ser mais restrita à família.

Além dos doces, licores e figos, há laranjas em cima das mesas, uma tradição que terá advindo da importância deste citrino na ilha durante os  séculos XVIII e XIX.

Além de símbolo do património etnográfico do arquipélago, o “menino mija” é também, desde 2014, uma marca de licor.

Veja mais em: Estórias de fim de ano …by Descla