A grande atração é a Gruta, com dez metros de largura, onde podemos encontrar as figuras de Maria, José e do Menino Jesus. | Fotografia: Direitos reservados
Publicidade

Os serradores cortam a lenha, o oleiro molda o barro, a padeira amassa a farinha, o sapateiro concerta as sandálias rompidas… O presépio vivo de Priscos, freguesia do concelho de Braga, recria os trabalhos e ofícios do tempo em que nasceu Jesus, bem como os cenários da época.

Nas várias casas das aldeias dos Judeus e dos romanos podemos saborear o “pão de César”, as castanhas assadas, o café no pote, doces de Roma, o famoso pudim “Abade de Priscos, tudo acompanhado de uma ginja ou hidromel, bebida alcoólica fermentada à base de mel e água.

A grande estrela deste presépio é a Gruta, com mais de dez metros de largura e com as figuras bíblicas de Maria, José, o menino Jesus, a vaca e o burro. As construções são feitas pelos habitantes de Priscos e por reclusos do Estabelecimento Prisional de Braga.

O presépio de Priscos está em Braga de 20 de dezembro a 17 de janeiro.

Veja mais em: Estórias de fim de ano …by Descla