Fotografia: Teatro Municipal do Porto

O Teatro Rivoli vai celebrar este sábado 85 anos com uma festa de quinze horas que envolve 115 participantes e oferece ao público a oportunidade de descobrir novas criações, grande parte delas em estreia e imaginadas por artistas da cidade.

Numa programação non-stop, os visitantes são convidados a circular livremente pelo Rivoli e assistir a sete espetáculos (quatro deles para ver em família), quatro concertos, duas instalações, uma exposição e uma festa no final da noite.

As sessões decorrem em nove espaços, dos auditórios à sala de fumo, passando pelo wc dos homens, e incluem dança, teatro, música e literatura, as áreas artísticas que pontuam toda a programação do Teatro.

Na manhã de sábado, quatro curtas apresentações compõem um percurso preparado para ser visto em família e apresentado por Elisabeth Lambeck, Nuno Preto, Marta Bernardes e a Sonoscopia. Seguem-se António Júlio, Drumming, Joclécio Azevedo e Valter Hugo Mãe no percurso da tarde, que inclui ainda a inauguração da exposição do investigador e designer Nuno Coelho.

No mesmo dia vai ser apresentado o “5ºCaderno – Ensaio sobre os Arquivos do Rivoli”, um projeto curatorial que explora a ideia de arquivo expandido, revelando a público alguns dos fragmentos que estão no ADN e entranhas deste Teatro através de uma exposição e de uma publicação.

Ao final da tarde Joana Gama, Luís Fernandes e Ricardo Jacinto vão juntar-se para o concerto “Harmonies”, celebrando os 150 anos do nascimento do compositor e pianista francês Erik Satie, enquanto o jovem bailarino Marco da Silva Ferreira vai estrear a sua nova criação, “Brother”, “que, ao concretizar uma fusão entre o vocabulário ancestral e o contemporâneo da dança, celebra também o tempo presente dos 85 anos do Rivoli”, revela a Câmara Municipal do Porto.

Depois de se ter tornado mediático ao vencer a primeira edição do concurso televisivo Achas que Sabes Dançar?, o artista de Santa Maria da Feira destaca-se na cena da dança contemporânea nacional como coreógrafo e o seu percurso tem sido amadurecido e acompanhado pelo Teatro Municipal do Porto.

A festa de aniversário do Rivoli prolonga-se noite dentro com o Understage, numa colaboração com a Matéria Prima que, inusitadamente, junta Tiago Pereira com o Grupo de Percussão de Valhelhas e os Sensible Soccers e termina no bar Passos Manuel.

Os bilhetes são gratuitos e podem ser levantados na bilheteira do Teatro Rivoli no dia 21 a partir das 10:00 horas. Cada espectador pode levantar até dois bilhetes por percurso/espetáculo, sujeito à lotação do espaço.

COMPARTILHAR