Fotografia: European Judo Union
Publicidade

Cerca de 240 atletas de 30 países vão participar no European Judo Open Men 2017, que se realiza no próximo fim de semana no Pavilhão Multiusos de Odivelas, um recorde desta que é uma das provas mais importantes da modalidade a nível internacional.

Três anos depois a competição masculina volta a discutir-se em Portugal, o que vai atrair alguns dos melhores judocas do mundo, desejosos de pontuar para o ranking mundial.

A edição deste ano realiza-se uma semana antes do prestigiado Grand Slam de Paris e por isso alguns atletas vão aproveitar o European Judo Open Men para testarem a sua forma e ultimarem a preparação para o torneio francês.

A competição de Odivelas vai ser uma das primeiras em que são testadas as Novas Regras de Arbitragem da International Judo Federation, onde se destaca a alteração da duração dos combates (passam para 4 minutos) e das penalizações (bastam 3 penalizações para o atleta ser desqualificado).

“Esta é a primeira prova deste mandato. Esperamos grandes resultados nesta competição, tirando partida do fator casa”, sublinhou o Presidente da Federação Portuguesa de Judo, Jorge Fernandes, na conferência de imprensa de apresentação do evento, que decorreu esta quarta-feira no Auditório do Pavilhão Multiusos de Odivelas.

O diretor do Alto Rendimentos e das Seleções, Luís Monteiro, assumiu a luta pelas medalhas. “Temos a expectativa de ter 4 finalistas e 2 medalhas. Este é o início de uma estrada para Tóquio 2020, onde esperamos ter vários atletas. A preparação começa aqui!”, revelou.

A confiança é partilhada pelo técnico nacional, Go Tsunod, que tem “boas expectativas,  não só para esta competição, mas também para o ano 2017 e para o projeto Tóquio 2020”.

Na conferência de imprensa esteve ainda o atleta olímpico Nuno Saraiva, que prometeu lutar pelas medalhas, para mais num ano em que vai competir em casa. “Gosto de competir em casa, até costumo dizer que “em casa mando eu””.

 

O presidente da Câmara Municipal de Odivelas, Hugo Martins, confessou a honra por receber o European Judo Open Men 2017, destacando a “oportunidade de assistir ao vivo a grandes combates de judo envolvendo os melhores judocas mundiais”.