As pessoas com deficiência motora que queiram praticar regularmente um desporto podem candidatar-se, até 31 de março, ao Banco de Ajudas Técnicas Desportivas (BATD), uma iniciativa pioneira da Associação Salvador.

Os interessados podem solicitar equipamentos para a prática de modalidades desportivas e ou que melhorem o treino ou a performance, como handbikes, cadeiras de rodas para prática desportiva (basquetebol, ténis, etc.), equipamento de boccia, entre outros.

O BATD vai atribuir equipamentos novos ou sem segunda mão num valor total de 30.143,2€. No caso de serem materiais novos, a associação vai apoiar até 90% do custo efetivo do apoio solicitado, até um limite de 9000 euros, sendo que o candidato terá que pagar o valor restante como caução.

Se for um equipamento em segunda mão, o candidato terá que pagar uma caução de até 5% do valor atual de mercado do equipamento, e ainda comparticipar eventuais reparações.

Salvador Mendes de Almeida, fundador da associação, destaca a “extrema importância” da atividade física para “o desenvolvimento físico, psicológico e social de todas as pessoas, principalmente das pessoas com deficiência, assim como para a melhoria da qualidade de vida, integração na sociedade e superação de obstáculos do dia-a-dia”.

“Através da entrega de equipamentos, colmatamos as necessidades daqueles que nos procuram para concretizar sonhos e aspirações na área do desporto”, sublinha.

Ao BATD podem pessoas singulares com deficiência motora, com residência em Portugal Continental e Ilhas, através de um formulário online disponível no site www.associacaosalvador.com. Os candidatos selecionados vão ser informados até dia 5 de maio.

O incentivo e apoio à prática desportiva sempre foi um dos pilares da Associação Salvador, através da Ação Qualidade de Vida – AQV, um processo de candidatura anual para apoiar pessoas com deficiência motora e comprovada falta de recursos financeiros.

Este ano a categoria ‘Desporto’ tornou-se independente e integrou o seu próprio projeto, o BATD, que conta com o apoio do BPI, através do Prémio BPI Capacitar.