Bolsa de Turismo de Lisboa

Esta edição é sobre a Bolsa de Turismo de Lisboa. O que é esta feira? Quais os seus objectivos? Quem vai? Quais são as vantagens de participar? As respostas a estas e outras perguntas nesta edição.

Publicidade

Este ano a Descla decidiu dedicar uma edição à BTL (Bolsa de Turismo de Lisboa), devido à importância crescente que esta tem no turismo em Portugal.

Falámos com algumas entidades que vão estar aqui presentes para promoverem os seus municípios, regiões de turismo e empresas a fim de percebermos o impacto que a feira tem.

Foi há 29 anos que surgiu a primeira BTL e desde então que o número de visitantes não tem parado de aumentar. Para este ano espera-se ultrapassar os 75.000 visitantes. Desde a cultura, às paisagens naturais, à gastronomia, passando pelos vinhos, tudo isto vai estar na BTL entre 15 e 19 de março nos perto de 1500 expositores que vão estar presentes. Tanto destinos nacionais como internacionais aproveitam esta altura do ano para apresentarem as suas valências aos visitantes.

Em 2016 o turismo no nosso país atingiu o valor mais alto de sempre. Aproveite a BTL para marcar as suas próximas férias, para conhecer recantos escondidos do nosso país e, claro, para degustar algumas das nossas iguarias e provar alguns dos nossos vinhos. Haverá ainda muita animação, para miúdos e graúdos, desde música, teatro, a jogos didácticos para as crianças.

...by Descla

Percorrendo a Nacional 2: Abrantes

Torre de Menagem de Abrantes. A vista é irrepreensível: uma rara panorâmica de 360º sobre o Rio Tejo, o Ribatejo, o Alto Alentejo, a Beira Baixa e o Outeiro de S. Pedro, pequeno morro transformado em reduto militar.

Percorrendo a Nacional 2: Ponte de Sor

José Saramago, já de cabelo branco, olha-nos sisudo por trás dos óculos grandes. Cerca de 4.000 rolhas de cortiça compõem-lhe a expressão, naquele que é o maior mosaico do mundo do género.

Percorrendo a Nacional 2: Sardoal

O que é, afinal, o “Sardoal antigo”? A pergunta acompanha-nos à entrada na pequena vila e só começamos a perceber quando entramos na Rua da Amoreira: as casas rodeadas de flores lembram um cenário único que perdurou até ao século XVI.

O turismo pode ser para todos

O turismo acessível é uma grande oportunidade de negócio se pensarmos que há 140 milhões de pessoas na Europa com necessidades especiais quando viajam e as previsões apontam para que em 2020 haja, só neste continente, cerca de 862 milhões de viagens anuais na área de turismo acessível.

Percorrendo a Nacional 2: Vila de Rei

Chegámos ao centro geodésico de Portugal continental. O marco trigonométrico que assinala o ponto exacto fica no cume da serra da Melriça.