Publicidade

A atuação do Marty Ehrlich’s Rites Quartet inaugura a 21.ª edição do Jazz no Parque de Serralves.
O quarteto de Marty Ehrlich, um dos mais notáveis instrumentistas de sopro, apresenta a sua primeira gravação “Frog Leg Logic”, projeto inédito em solo português.

Nesta edição do Jazz no Parque será homenageado o músico Bernardo Sassetti, falecido no passado mês de maio, recordando alguns dos momentos mais importantes da carreira do pianista no jazz. A sessão solene terá lugar no dia 14 de julho, no Auditório de Serralves. A homenagem prossegue no dia seguinte, com o concerto “Pelas Mãos de Bernardo”, realizado por cinco jovens pianistas. Os promissores talentos do jazz apresentam um reportório de temas originais de Sassetti e de autores associados à sua discografia. Os jovens pianistas serão acompanhados por três veteranos e fiéis companheiros de Sassetti: os contrabaixistas Zé Eduardo e Carlos Barreto e o baterista André Sousa Machado.

Ainda no dia 14 de julho, a Orquesta LUME dirigida pelo compositor e pianista Marco Barroso, faz a sua estreia na cidade do Porto e sobre ao palco do Ténis do Parque de Serralves.

O Jazz no Parque encerra a sua 21ª edição no dia 21 de julho, com o trio BassDrumBone que regressa a Portugal para festejar em Serralves os 35 anos de existência do grupo.