Publicidade

O festival de músicas do mundo arranca, esta quinta-feira, em Tondela, sob o tema “Terra da Fraternidade”.
É considerado um dos mais antigos festivais de música do mundo, em Portugal. Esta quinta-feira, e até sábado, arranca para a sua 22.ª edição, onde o destaque vai para o tributo a Zeca Afonso, onde participam vários nomes da música portuguesa.

As dificuldades financeiras puserem em causa a realização do evento, mas a Associação Cultural e Recreativa de Tondela (ACERT), entidade organizadora do festival, e outras associações do concelho conseguiram erguê-lo. De 26 a 28 julho, o espírito de voluntariado será a força motora do festival.

O Tom de Festa tem início esta quinta-feira, com o espetáculo “Em Viagem pela Cidade”, um teatro-musical de rua, que envolve mais de 200 participantes, num périplo pelos locais mais históricos da cidade de Tondela.

Luís Pastor sobe ao palco na sexta-feira. O cantautor espanhol interpretará temas da música portuguesa e espanhola, e contará com a participação dos músicos da ACERT. No mesmo dia será ainda exibido o cine-musical Fil’mus. Sebastião Antunes e a música folk encerram a programação do dia 27.

Vitorino, Júlio Pereira, Francisco Fanhais, João Afonso, Carlos Clara Gomes, Manuel Freire, Luís Pastor e Zeca Medeiros, entre mais de duas dezenas de “amigos”, vão juntar-se para o tributo a Zeca Afonso marcado para o palco da Acert no sábado, dia 28 de julho, num espetáculo denominado “Terra da Fraternidade”.