Publicidade

“For you”, inspirado na soul e nos blues, marca a estreia a solo da cantora lisboeta, de nome Marisa Mena
A cantora portuguesa Mimicat edita hoje o seu primeiro álbum a solo, “For You”, inspirado na soul e nos blues, que foi escrito e composto pela cantora, com produção, arranjos e direção musical de Sérgio Costa.

Mimicat é um alter-ego de Marisa Mena, de 30 anos, que nasceu em Coimbra, vive em Lisboa, e que, apesar de desde sempre se lembrar de estar ligada à música, só agora começou a ter o reconhecimento dos media e do público. “Tentei sempre fazer qualquer coisa [ligada à música] desde muito cedo, mas quando não se tem muitos conhecimentos do meio, o sucesso nem sempre aparece”, admitiu à agência Lusa.

Marisa Mena decidiu, então, estudar na área da produção de espetáculos para perceber, de dentro para fora, como funciona o mercado, conhecer as pessoas e afinar a identidade de Mimicat, tendo em conta que as suas referências musicais estão nos anos 1930 e 1940 e nos anos 1970.

A voz de Mimicat, cuja aproximação musical tanto inclui Adele como Ella Fitzgerald, é sustentada por arranjos que remetem para a tal sonoridade “jazzy, cabaret”, que a cantora disse procurar.

A cantora reconhece que o meio musical português é pequeno e que não é fácil entrar nele.”O mais difícil – ter um álbum de que gosto muito – já está feito. Agora é conquistar as pessoas pelos concertos”, avançou.

Depois de vários concertos no verão, com estreia em junho na Casa da Música, e passagem pelos festivais Cool Jazz e Marés Vivas, Mimicat vai apresentar as canções de “For yoou”, como “Somebody else”, “Tell me why” e “Don’t cry for me”, a 18 de novembro, no Teatro do Bairro (Lisboa), a 26 de novembro, no Salão Brazil (Coimbra) e, a 27 desse mês, no Passos Manuel (Porto).