Publicidade

E se os turistas, quando olham para o mapa de Lisboa, não vissem “apenas” a Torre de Belém, o Mosteiro dos Jerónimos, mas também outros pequenos “monumentos”, alguns centenários, que muitas vezes passam ao lado do olhar de quem vem de fora? Integrar as lojas tradicionais da capital nos mapas turísticos da cidade é um dos principais objetivos do “Círculo das Lojas de Carácter e Tradição”, iniciativa do movimento de cidadãos Fórum Cidadania Lx, apresentada ontem numa livraria do Chiado.

A ideia é “garantir a preservação, salvaguarda, viabilização presente e futura das lojas de caráter e tradição”, e conta já com a adesão de 21 estabelecimentos de comércio histórico e tradicional, adiantou um dos responsáveis pelo Fórum Cidadania Lx, Paulo Ferrero.

Ferrero lembrou o encerramento de inúmeras “lojas carismáticas de Lisboa para salientar que o projeto nasce para como uma tentativa de “inverter essa situação ou imunizar os estragos para a cidade”.

O projeto pretende “colocar estas casas nas rotas turísticas nacionais e estrangeiros”, pelo que está em estudo, através da Associação de Turismo de Lisboa, “a integração das lojas nos mapas da cidade”.

Nos últimos três meses, o Fórum Cidadania Lx – movimento de cidadãos para salvaguarda do património de Lisboa – fez um levantamento das várias lojas tradicionais existentes na capital portuguesa, contactando com os proprietários para integrarem o “Círculo das Lojas de Carácter e Tradição”, sem qualquer custo para os lojistas.

Para integrar o Círculo, as lojas têm que obedecer a alguns critérios, nomeadamente “ser uma referência histórica, artística, ter um espaço com particularidades arquitetónicas ou decorativas relevantes; vender ou produzir artigos e serviços de excelência, não obrigatoriamente de luxo; manter a mesma atividade desde há pelo menos 50 anos”.

O “Círculo das Lojas de Carácter e Tradição de Lisboa” vai ter uma insígnia própria para distinguir as lojas tradicionais de outros estabelecimentos, e um roteiro de visitas às lojas integradas no projeto.