Mundo do Livro
Publicidade

A vida de João Rodrigues Pires mudou depois de ler um anúncio num jornal de Lisboa a solicitar colaboradores para a livraria de Lourenço de Melo. Então com 18 anos, não hesitou em dedicar-se a aprender o ofício. Nos anos seguintes, e depois de passar pela Bertrand, pela Sá da Costa e pela Eclética, João Rodrigues Pires dominava como ninguém a arte do comércio de livros. Em 1941, chegou a trabalhar com o irmão num vão-de-escada da Rua Nova da Trindade, onde realizou um boletim de divulgação de fundos bibliográficos.

A paixão pela literatura deu origem, em 1946, ao Mundo do Livro. Do catálogo fazem parte mapas, gravuras e reproduções, bem como uma grande variedade de livros antigos, molduras, estampas e postais.

O espaço da loja faz jus ao nome, com três andares dedicados ao mundo da literatura e das gravuras. As lombadas das obras, muitas das quais edições limitadas e assinadas pelos autores, assim como as suas ilustrações, conferem um colorido único às prateleiras do espaço e contribuem para a criação de uma atmosfera rica em conhecimento, onde os livros se assumem como testemunhos da história e da cultura de Lisboa e do país.

Na próxima semana… conheça os azulejos e cerâmicas da Fábrica Sant’anna, um espaço onde a produção mantém métodos e processos inteiramente artesanais desde 1741.