Sapataria do Carmo
Publicidade

O estabelecimento, fundado em 1904 por Francisco de Oliveira Abrantes, fabrica e vende calçado português, apostando na qualidade e na inovação. Com formas apelativas e padrões arrojados, muitos dos modelos vendidos na Sapataria do Carmo são únicos. Em comum têm o material de fabrico: pele de gama alta, de origem portuguesa e italiana. Os próprios artesãos produzem as solas em couro, enquanto os artigos de borracha são elaborados pelos melhores fabricantes a nível mundial.

A loja, localizada no Largo do Carmo, é propriedade de quatro jovens empreendedores que acabaram por se render ao ramo do calçado. Ao antigo proprietário, Regino Paulo da Cruz, neto do fundador, prometeram manter o negócio e procurar conservar a personalidade do estabelecimento centenário.

Das vitrinas aos expositores, passando pelas caixas de sapatos numeradas, o interior da loja pauta-se por uma decoração que remete para o final da década de 40. A fachada característica e a decoração única tornam esta loja numa relíquia sobrevivente da Lisboa de outros tempos. O espaço já se expandiu para o antigo armazém, que foi, durante muitos anos, uma barbearia.
Inserida na Lisboa Pombalina e classificada Conjunto de Interesse Público, a Sapataria do Carmo já faz parte integrante da Baixa lisboeta.

Na próxima semana… os sabores do passado na Casa Alves, um dos mais antigos estabelecimentos comerciais do bairro da Sé.