Publicidade

“Ó Virgílio, você tem um pequeno jardim, mas as suas flores nunca acabam”. As palavras são de Vasco Santana, dirigidas a Virgílio Madeira Gante, trabalhador e, posteriormente, proprietário da Pequeno Jardim. O ator era um dos clientes mais famosos da florista instalada na Rua Garrett. Da lista de personalidades que frequentavam o espaço fazem ainda parte nomes como Carlos José Teixeira, Artur Semedo, Beatriz Costa e ainda Josephine Baker e Lucien Donnat.

Acredita-se que a loja tenha sido fundada no final do século XIX por um francês, que a terá batizado Petit Jardin. Virgílio Madeira Gante, conhecido como Virgílio das Flores, trabalhou na casa durante mais de 70 anos, tornando-se um dos nomes mais conhecidos da Rua Garrett.

A clientela artística foi um dos principais impulsionadores da fama conquistada pelo espaço, mas não foi o único motivo do seu sucesso. A florista está instalada num vão de escada de um edifício de 1867, prédio onde viveram e trabalharam várias personalidades, entre as quais o professor Francisco Pulido Valente.

Na próxima semana… viaje até 1897 com a Tabacaria Martins, um dos poucos estabelecimentos da época ainda em atividade.