Publicidade

Foi no Largo da Graça, numa das sete colinas de Lisboa, que José Augusto Morão fundou, em 1896, a Farmácia Morão. Localizado no coração da capital, o estabelecimento, especializado em fármacos e artigos farmacêuticos, celebra este ano o seu 120.º aniversário ao serviço da saúde dos lisboetas.

Do século XIX até ao presente, o espaço continua a ser gerido pela família, estando, atualmente, sob direção técnica de Helena Maria Almeida de Morão Pedroso Guimarães. Pelo balcão passou, durante muitos anos, Agnelo Morão Pereira, sobrinho do fundador, uma figura que continua a ser relembrada pela clientela que por lá passava.

A Farmácia Morão já faz parte do imaginário de lisboetas e turistas que visitam a Graça. De fachada inconfundível, o espaço foi restaurado internamente em 1922. Atualmente, mantém a traça original, com móveis do século XIX e tetos trabalhos em estuque, tornando-se um local adaptado às necessidades dos tempos modernos, com o objetivo de servir cada vez melhor os lisboetas.

Na próxima semana… o Armazém das Malhas, um projeto único no Bairro das Colónias.