Os locais mais Românticos de Portugal na mente de grandes escritores portugueses

Publicidade

Escolher os locais mais românticos de Portugal é um exercício que já muitos fizeram, baseados quase sempre em gostos e avaliações pessoais.

Ao definirmos o tema desta edição não pretendemos, por isso, repetir processos. Quisemos tentar um ângulo novo: foi assim que surgiu a ideia de seleccionar esses locais através da literatura, recorrendo a livros de escritores portugueses. Nem todos eles são românticos como Camilo Castelo Branco, mas todas as histórias que contam têm pelo menos uma história de amor. E essa história quase nunca decorre num só local: é por isso que não são apenas dez sítios, mas dez é o número de livros que servem de base a esta revista.

A escolha resulta da tentativa de abranger o máximo do território português, sem esquecer, claro, a relevância da obra.

Além de Camilo, escolhemos Camões, Almeida Garrett, Júlio Dinis, Eça de Queiroz, Aquilino Ribeiro, Vitorino Nemésio, José Saramago, Virgílio Ferreira e Agustina Bessa-Luís, cujo romance tem Camilo Castelo Branco como uma das personagens…

...by Descla

Percorrendo a Nacional 2: Ponte de Sôr

José Saramago, já de cabelo branco, olha-nos sisudo por trás dos óculos grandes. Cerca de 4.000 rolhas de cortiça compõem-lhe a expressão, naquele que é o maior mosaico do mundo do género.

Percorrendo a Nacional 2: Sardoal

O que é, afinal, o “Sardoal antigo”? A pergunta acompanha-nos à entrada na pequena vila e só começamos a perceber quando entramos na Rua da Amoreira: as casas rodeadas de flores lembram um cenário único que perdurou até ao século XVI.

O turismo pode ser para todos

O turismo acessível é uma grande oportunidade de negócio se pensarmos que há 140 milhões de pessoas na Europa com necessidades especiais quando viajam e as previsões apontam para que em 2020 haja, só neste continente, cerca de 862 milhões de viagens anuais na área de turismo acessível.

Percorrendo a Nacional 2: Vila de Rei

Chegámos ao centro geodésico de Portugal continental. O marco trigonométrico que assinala o ponto exacto fica no cume da serra da Melriça.

Percordendo a Nacional 2: Sertã

A Sertã tem um castelo de cinco quinas, algo raro no país. Foi dentro das suas paredes que ocorreu a lenda de Selinda, mulher que ao saber do ataque romano subiu às ameias e atirou sobre os inimigos uma frigideira (sertage) com azeite a ferver, obrigando-os a recuar.