Fotografia: Museu Coleção Berardo
Publicidade

O Museu Coleção Berardo, em Lisboa, foi o 65º mais visitado do mundo em 2016, com 1.006.145 registos de entradas, segundo avança o The Art Newspaper, publicação internacional especializada em arte contemporânea.

O Museu do Louvre, em Paris, lidera o ranking, com 7,4 milhões de visitantes, seguido do Metropolitan Museum of Art, em Nova Iorque, com sete milhões, e do British Museum, em Londres, com 6,4 milhões.

O museu de Belém, o único português da lista, registou um aumento do número de visitantes face a 2015, quando teve 823.092 entradas, ocupando nesse ano o 74º lugar.

Desde a inauguração, em Junho de 2007, o Museu Colecção Berardo recebeu mais de 6,6 milhões de visitantes, entre exposições permanentes e temporárias, segundo dados estatísticos da entidade.

O espaço museológico abriu com um acervo inicial de 862 obras da colecção de arte do empresário José Berardo, avaliadas em 316 milhões de euros pela leiloeira Christie’s.

As peças foram cedidas em regime de comodato (empréstimo) ao Estado português até 2016, ano em que o acordo foi renegociado com o Governo, passando a ser renovável.

No dia 1 de Maio as entradas no Museu Colecção Berardo, até agora gratuitas, passam a custar cinco euros, com descontos para jovens, séniores e visitantes com mobilidade reduzida.