ICNF - Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas
Publicidade

Situado na Serra com o mesmo nome, o Parque Natural de São Mamede tem uma área de perto de 32.000 hectares, pertencendo aos concelhos de Portalegre, Castelo de Vide, Marvão e Arronches.

Neste parque são conhecidas 150 espécies animais, destacando-se devido à sua raridade a águia de Bonelli Aquila fasciata, o grifo Gyps fulvus, o abutre-preto Aegypius monachus, o rabirruivo-de-testa-branca Phoenicurus phoenicurus; o chasco-preto Oenanthe leucura, o milhafre-real Milvus milvus, a cegonha-preta Ciconia nigra, a lontra Lutra lutra e o rato de Cabrera Microtus cabrerae.

É na Serra de São Mamede que se verifica a maior presença de anfíbios e répteis do nosso país, havendo 14 das 17 espécies de anfíbios e 20 das 27 espécies de répteis. Destaque para o lagarto-de-água Lacerta shreiberi, o sapo-parteiro-ibérico Alytes cisternasii, o tritão-de-ventre-laranja Triturus boscai, o cágado-de-carapaça-estriada Emys orbicularis e o cágado-mediterrânico Mauremys leprosa.

A flora tem uma vasta presença na Serra de S. Mamede, estando contabilizadas cerca de 800 espécies vegetais. Castanheiros, Carvalhos, Sobreiros, Azinheiras, Vinhas e Oliveiras são algumas das árvores aqui se encontram.

Para quem gosta de turismo de natureza, o Parque Natural de São Mamede tem oito percursos pedestres sinalizados, dois dos quais podem ser feitos de BTT. A passagem do homem por este local deixou marcas ainda hoje visíveis, pelo que podemos observar neste parque antas, menires, castros e pontes romanas e quinhentistas. Também os amantes de escalada têm aqui um local para praticar.

 

Texto: Ana Margarida Gomes