Publicidade

Por estar de frente para o oceano, Portugal tem uma identificação grande com o surf e muita história para contar neste desporto. Afinal, foi aqui, nas ondas de Nazaré, que Garrett McNamara entrou para o livro dos recordes por surfar a então maior onda de sempre, há seis anos. Como o cinema fica atento ao que acontece na água, a lista dos melhores filmes e documentários de surf é imperdível para quem gosta de desportos náuticos.

The Endless Summer (Alegria de Verão)” — Nesse género, os documentários de surf são tão importantes quanto os filmes e começamos com um documentário. Quem viveu na década de 1960 ou já passou dos 30 anos provavelmente assistiu a “The Endless Summer”, de 1966. É considerado por muitos como o documentário mais importante da história do surf. Em 92 minutos mostra como surfistas famosos da época viajaram pelo mundo em diversos continentes à procura de grandes ondas e lugares exóticos. É tão importante que deixou legado na história do desporto. “Quem assistiu sentiu algo pelo surf. É um daqueles documentários que faz você começar a gostar de algo. Todos que respiram surf já assistiram”, revela o campeão mundial Kelly Slater.

Chasing Mavericks (Tudo Por Um Sonho)” — Lançado em 2012, “Tudo Por Um Sonho” é um filme com traços dramáticos que conta a história real de Jay Moriarty, o qual tem como grande sonho surfar uma grande onda na Califórnia, superando os medos e adversidades com o amigo Frosty Hesson. Um filme emocionante e que mostra muitos detalhes do surf.

Blue Crush (A Onda dos Sonhos)” — O primeiro filme foi lançado em 2002 e a sequência em 2011. A surfista Dana faz uma viagem no estado da Califórnia, no lugar perfeito para as ondas, onde faz novas amizades.

Riding Giants (No Limite Da Emoção)” — Este documentário, lançado em 2014, mostra a essência do surf desde que surgiu, na Polinésia, até à evolução moderna, revelando igualmente como Gregg Noll se tornou num dos melhores da história deste desporto.

North Shore (Surf no Havaí)” — Se precisa de um incentivo para começar a praticar, este é o filme ideal. Em “Surf No Havaí” não há problemas, apenas o lado bom de quem gosta de praticar esse desporto e viver dele.

No filme “007 Morre Noutro Dia”, Pierce Brosnan interpreta o agente secreto James Bond numa onda gigante. Apesar de a cena não ter sido realizada pelo actor, é justo pensar que o agente conseguiria surfar uma onda tão grande. Seria diferente e nada natural se fosse o 007 da década de 1970, por exemplo, quando o agente vivia mais em casinos e festas a correr atrás de romances em Las Vegas, como é icónico no filme Os Diamantes São Eternos.

O curioso é que a cena não foi aleatória. Pierce Brosnan é um fã assumido de surf e foi ideia dele colocar essa cena no filme.