Fotografia: Museu do Caramulo
Publicidade

A velocidade e a emoção regressam à Serra do Caramulo no próximo fim-de-semana, com a quinta prova do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017. Com dois triunfos cada um, Rui Ramalho (Osella PA2000 Evo2), líder do campeonato, e Pedro Salvador (Silver Car EF10) prosseguem uma luta renhida, agora que a competição entra na fase decisiva.

Paulo Ramalho, em Osella PA21S Evo, e João Fonseca, que tem dominado a Categoria CM com o seu BRC CM05 EVO, voltam a lutar pelo derradeiro lugar no pódio absoluto e da Categoria 1.

Na Categoria 2, o líder e campeão em título, Gonçalo Manahu, num Porsche 997 GT3 Cup, vai ter a concorrência de José Correia em Nissan GT-R GT3 e de Edgar Reis, também ele ao volante de um Porsche 997 GT3 Cup.

O líder da Categoria 3, João Guimarães, em Peugeot 206 RC, vai disputar a corrida com Pedro Saraiva (Mitsubishi Lancer Evo IX), José Oliveira (Subaru Impreza STi) e Sérgio Nogueira em Citröen Saxo Copa.

Com quatro vitórias em outras tantas provas, Manuel Correia e o Ford Fiesta R5+ chegam ao Caramulo como os principais favoritos à vitória na Categoria 4, numa caminhada aparentemente triunfal para a renovação do título. Luís Silva, em BMW M3, é o principal opositor, enquanto Marco Guerra em Peugeot 306 e Francisco Morgado em Mitsubishi Lancer Evo IX lutam pelo último lugar do pódio.

Na Categoria 5, o líder Joaquim Teixeira, em Renault Megane Trophy V6, é o favorito, tendo a concorrência de Francisco Marrão em SEAT Leon MKII.

Depois da ausência em Santa Marta, Miguel Lobo e o Audi RS3 TCR regressam ao Caramulo para a Taça Nacional de Montanha TCR/TCS.

2,8 quilómetros de emoção

Na Taça Nacional de Montanha 1300, o grande dominador desde o início do ano, Armando Freitas, vai ter como principais opositores Francisco Leite (Fiat Punto) e Leonel Brás (Citroën AX).

O líder do Campeonato Nacional de Clássicos Montanha continua a ser Parcidio Summavielle em Datsun 240Z, que tem feito da regularidade a sua principal arma, mas José Pedro Gomes (Ford Escort MKI), que venceu três das quatro provas que disputou, pode em caso de vitória assumir o comando das operações.

No Troféu Nacional Clássicos de Montanha, o favorito é o líder do campeonato, Carlos
Oliveira, em BMW 323i, com oposição de Fernando Salgueiro e Ricardo Loureiro, ambos em Ford Escort MKII.

Por último, na Taça Nacional de Clássicos Montanha 1300, Aníbel Rolo (Datsun 1200 Coupé) continua a dominar, mas José Magalhães (Toyota Starlet), José
Figueiredo (Datsun 1200) e Domingos Fernandes (Autobianchi A112) prometem uma luta renhida pelos lugares do pódio.

O traçado da Rampa do Caramulo estende-se ao longo de 2,8 quilómetros, sem curvas lentas e com duas rectas onde os pilotos podem atingir grandes velocidades, terminando a prova no sopé da serra.

A prova vai ser disputada sábado e domingo, com o início dos treinos marcado para as 15:00 horas no primeiro dia e para as 11:00 no segundo. A última subida  está prevista para 16:00 horas de domingo.

O Campeonato Nacional de Montanha Valvoline é organizado pelo TARGA Clube em parceria com o Museu do Caramulo, a Associação Eventos do Caramulo e o apoio da Câmara Municipal de Tondela.