Fotografia: PROVERE Termas do Cenrtro
Publicidade

Há duas histórias associadas ao seu surgimento: numa diz-se que a rainha teria passado por um local onde havia pessoas pobres e doentes a tomarem banho em águas quentes sulfurosas e terá decidido dar-lhes melhores condições e construir o Hospital Termal; a outra história, menos altruísta, afirma que a rainha teria um ferimento grave e que os médicos lhe aconselharam as águas termais de Caldas da Rainha.

Certo é que o Hospital foi fundado no século XV. Aberto durante todo o ano, o Hospital Termal tem um museu onde se pode ver o espólio patrimonial reunido ao longo dos séculos. A actual estrutura, datada de finais do século XIX, é um exemplo arquitectónico
que vale a pena visitar.

Várias são as doenças tratadas em Caldas das Rainha, destacando-se: Artrose, Reumatismos Inflamatórios (Artrite Reumatóide, Espondilite Anquilosante, etc.), Gota, Sequelas Pós-Traumáticas, Sinusites, Rinites Crónicas, Hipertróficas e Atróficas, Laringite Crónica, Bronquite Crónica, Asma Brônquica.

Tratamentos e serviços disponíveis
• Banhos de Imersão Simples e de
Bolha de Ar
• Duche Maniluvio
• Duche Pediluvio
• Duche Vichy
• Duche Nasal ou Irrigação Nasal
• Pulverização Faringea
• Nebulização individual
• Aerossóis Simples e Sónicos

Texto: Ana Margarida Gomes

Artigo republicado da edição número 24 da revista Descla, de Abril de 2015