A Supertaça Cândido de Oliveira vai realizar-se no Estádio Municipal de Aveiro. Fotografia: Lino Ramos
Publicidade

Os futebolistas rematam, cruzam, marcam golos, atacam e defendem para ajudar a sua equipa a ganhar, mas a  Supertaça Cândido de Oliveira, marcada para o dia 5 de Agosto em Aveiro, os jogadores de Benfica e Vitória de Guimarães vão ter uma motivação extra: ajudar os bombeiros portugueses.

Os dois clubes juntaram-se à Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e à Vodafone, patrocinador principal da prova, numa iniciativa solidária que visa “dotar os ‘soldados da paz’ com mais e melhores condições para exercerem a sua missão”.

A angariação de fundos assenta em algumas ocorrências do jogo, as quais representam determinadas quantias: 5000€ por golo marcado (*exclui desempate por penáltis), 1500€ por remate, 1500€ por canto, 1000€ por recuperação de bola, 100€ por ataque e 100€ por cruzamento.

O dinheiro angariado vai servir para comprar um veículo florestal de combate a incêndios, destinado à Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Figueiró dos Vinhos. “Além deste município, em caso de necessidade o equipamento também será partilhado com os concelhos de Pedrogão Grande e de Castanheira de Pêra”, revela a Vodafone Portugal.

Os espectadores também podem ajudar, através da compra de bilhetes, que vão ser colocados à venda a partir da próxima sexta-feira, dia 21 de Julho: por cada ingresso vendido, 1€ reverte a favor desta causa.

No final da Supertaça Cândido de Oliveira, o relatório oficial do jogo emitido vai determinar o valor angariado com as ocorrências, doado pela Vodafone, FPF e clubes, ao qual vai somar-se o contributo do público.

Os bilhetes podem ser adquiridos nos locais de venda habituais dos clubes e nas bilheteiras do Estádio Municipal de Aveiro, por 16€, 21€ ou 26€.