Rafaela Bastos destacou-se na prova deste domingo
Publicidade

Vasco Campos e Rafaela Bastos venceram, no sábado, a primeira prova da Taça de Portugal de Boudler, em escalada, que decorreu no Rocódromo Vertigo, em Lisboa. O campeão nacional de dificuldade, André Neres, foi terceiro classificado masculino, enquanto a jovem Madalena Casanova, de apenas 11 anos, foi a grande surpresa ao conquistar a terceira posição da geral.

Vasco Campos, também ele um jovem, de 16 anos, estava radiante no final da competição. “Honestamente, estava à espera de passar à fase final pois tenho trabalhado muito para isto e sinto-me muito bem. Ultrapassei uma lesão nos dedos e estava confiante, mas daí a ter este resultado… estou muito satisfeito e espero continuar neste registo”, confessou.

Rafaela Bastos estava igualmente satisfeita com o triunfo, que se segue à conquista do Nacional de Dificuldade no Jamor, em Julho: “Está a ser uma excelente época e sinto-me muito contente com esta vitória. Agora é ver se consigo fazer ainda melhor na próxima etapa da taça, que decide tudo. Fundamentalmente, diverti-me muito e tenho de dar os parabéns à organização e ao esforço que a federação está a fazer com esta aposta na escalada”, salientou.

Os dois portugueses foram, no entanto, superados por um luso-brasileiro e uma norte-americana na prova deste domingo. O primeiro, Thiago Silva, nem queria acreditar no que aconteceu.

“É incrível. Fui para o último bloco em último e, felizmente, como nenhum dos outros cinco finalistas conseguiu fazer nada aí, e eu cheguei ao topo, deu para ganhar. Mas não estava mesmo nada à espera”, admitiu o fotógrafo e realizador especializado em escalada.

A outra “outsider” foi a norte-americana Briand Monteiro, que conheceu o marido, luso-descendente, na Califórnia, e acabou por o acompanhar até Portugal. Competir na Taça de Portugal foi uma decisão de última hora.

“Sou engenheira de formação, embora actualmente esteja a trabalhar num bar. Gosto muito de escalar e faço-o nos Estados Unidos há vários anos, pelo que quando soube que ia realizar-se aqui esta prova, pedi folga para vir aqui. Mas nunca pensei que ia ganhar”, revelou. A escaladora americana está a adorar Portugal e em tom de brincadeira confessou estar “a seguir as pisadas da Madonna”.

A segunda e decisiva mão da Taça de Portugal vai realizar-se no dia 14 de Outubro, no Vertical Wall, em Odivelas.