Pormenor do espectáculo "Vader" I Fotografia: Herman Sorgeloos
Publicidade
O Teatro Viriato, em Viseu, acolhe esta noite a estreia nacional do espectáculo Vader, da companhia belga de dança Peeping Tom, uma das mais conceituadas a nível europeu.
Trata-se do primeiro “acto” de uma trilogia familiar: Vader (pai), Moeder (mãe) e Kind (criança). O pai, figura central, vive numa casa de repouso, onde se entrega às memórias e as transforma em fantasias, alucinações.
Ao longo da performance, vai adulterando a realidade e a vida quotidiana de forma mordaz mas também com humor e poesia nos movimentos que executa.
“O público é catapultado para um universo íntimo, excêntrico que questiona a condição humana e as fronteiras entre a sanidade e a loucura”, revela o Teatro Viriato na apresentação do espectáculo, que já ganhou prémios de Melhor Coreografia na Bélgica ou na Holanda.
Pormenor do espectáculo “Vader” I Fotografia: Herman Sorgeloos
A companhia Peeping Tom é conhecida por trabalhar sempre o grotesco e expor universos onde a lógica do tempo e de espaço são distorcidos. “Uma característica que inevitavelmente faz lembrar o trabalho do realizador David Lynch”, sublinha, ainda, o Teatro Viriato.
Vader sobe ao palco do Teatro Viriato pelas 21:30. O espectáculo é dirigido a maiores de 16 anos e os bilhetes custam entre 7,5 e 15 euros.