Tradições presentes

Publicidade

Indo eu, indo eu…

Em Julho, todos os caminhos vão dar a Viseu. Da Alemanha, Letónia, Hungria, Roménia ou Irlanda – só para dar alguns exemplos – vão chegar milhares de pessoas para participar no maior festival de folclore da Europa, a Europeade, entre os dias 25 e 29. É uma espécie de Eurovisão, mas muito mais abrangente, onde mais de 200 grupos, vestidos com os seus trajes típicos, cantam, dançam e partilham histórias, exibem com orgulho a identidade da sua terra natal.

Quando se fala em folclore, ainda muitos o associam apenas ao rancho e à música popular, ignorando que é algo muito mais abrangente: é toda a cultura popular, são as tradições e os costumes transmitidos de geração em geração, como canções, danças, artesanato, jogos, lendas, contos ou provérbios, é o conhecimento produzido por uma comunidade ao longo da sua história.

Tendo como mote a Europeade, esta edição é inteiramente dedicada ao folclore – nela antecipamos o que vai ser o festival, apresentamos alguns participantes, entre ranchos, grupos de cantares e orquestras, e olhamos para o exemplo de Viseu, que está a tentar “pôr o folclore na moda”.

Para os leitores mais cépticos ou menos interessados por estes temas, fica um apelo à descoberta: o folclore pode ser algo mágico e surpreendente. Nada melhor do que ir a Viseu.

...by Descla

Aljubarrota Medieval: “Que sejam dias de folgar, comer e mercar”

14 de Agosto de 1385. Os castelhanos chegam ao campo de batalha pela hora de almoço, debaixo de um sol escaldante. Os portugueses aguardam...
Fotografia: Câmara Municipal de Palmela (Imagens da edição de 2017)

A convivência possível…

“Cristãos, Muçulmanos e Judeus na Palmela Medieval” é o tema da 5ª edição desta feira, que vai decorrer entre 28 e 30 de Setembro.
Fotografia: Carlos Coxo / Câmara dos Ofícios

Quando o Alentejo era um reino muçulmano

Marvão recorda os tempos em que o território português fazia parte do império islâmica Al Andaluzia com o festival Al Mossassa.
Fotografia: Município de Chaves

Sob o Império Romano outra vez: Chaves volta ao tempo de Aqua Flaviae

Não é em Roma mas sim em Chaves que se é romano. A Festa dos Povos regressa em Agosto com os seus imperadores e gladiadores.
Fotografia: Município de Silves

“Não teremos alternativa à rendição”

Durante dez dias, a antiga capital do Reino do Algarve volta ao seu período áureo. A Feira Medieval de Silves é um dos maiores eventos do género em Portugal.