Tradições presentes

Publicidade

Indo eu, indo eu…

Em Julho, todos os caminhos vão dar a Viseu. Da Alemanha, Letónia, Hungria, Roménia ou Irlanda – só para dar alguns exemplos – vão chegar milhares de pessoas para participar no maior festival de folclore da Europa, a Europeade, entre os dias 25 e 29. É uma espécie de Eurovisão, mas muito mais abrangente, onde mais de 200 grupos, vestidos com os seus trajes típicos, cantam, dançam e partilham histórias, exibem com orgulho a identidade da sua terra natal.

Quando se fala em folclore, ainda muitos o associam apenas ao rancho e à música popular, ignorando que é algo muito mais abrangente: é toda a cultura popular, são as tradições e os costumes transmitidos de geração em geração, como canções, danças, artesanato, jogos, lendas, contos ou provérbios, é o conhecimento produzido por uma comunidade ao longo da sua história.

Tendo como mote a Europeade, esta edição é inteiramente dedicada ao folclore – nela antecipamos o que vai ser o festival, apresentamos alguns participantes, entre ranchos, grupos de cantares e orquestras, e olhamos para o exemplo de Viseu, que está a tentar “pôr o folclore na moda”.

Para os leitores mais cépticos ou menos interessados por estes temas, fica um apelo à descoberta: o folclore pode ser algo mágico e surpreendente. Nada melhor do que ir a Viseu.

...by Descla

Feliz Natal!!

Este ano a edição de Natal volta a ser dedicada às festas e tradições que assinalam a quadra e acontecem um pouco por todo o país. Escolhemos dez eventos que nos parecem representativos da diversidade cultural portuguesa, embora essa lista possa ser questionada pelos que vivem em cada localidade, que é quem conhece melhor os seus costumes, bem como o simbolismo e a importância dos mesmos.

Na Fronteira da História: Pelas fortalezas do Algarve

Em Dezembro chegamos ao final desta nossa viagem pela fronteira portuguesa, parando por terras do Algarve.

À descoberta da rota do românico

O que há de melhor em Portugal??? Tanto e tanto… é preciso “pôr pés ao caminho”, explorar, viajar, conhecer o que de melhor o nosso país tem para nos oferecer! A rota do românico! Um percurso de cultura, património e beleza no norte de Portugal!

Martulah, Capital Islâmica

Quem diria que a vila de Mértola, do alto de um monte cortado pelo rio Guadiana, já foi capital de um emirado islâmico? Não é fruto do acaso, mas sim da vantagem geográfica que esta zona sempre teve e que tantos povos a si chamou, fazendo das terras em redor de Mértola pontos incontornáveis de várias rotas comerciais.

A sem defesa

Serpa, com o seu belo aqueduto e muralhas, foi uma das zonas de Portugal onde mais conflitos se deram ao longo da História.