Publicidade

Dia 12 de Julho é o dia em que a Filigrana tem oportunidade de reforçar o seu reconhecimento. A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso e a Câmara Municipal de Gondomar têm marcada uma apresentação pública da certificação da Filigrana na Pousada do Porto – Hotel Palácio do Freixo.

Este é um passo num processo de mais de um ano que pretende elevar a Filigrana a Património da Humanidade.

Os concelhos de Póvoa de Lanhoso e Gondomar assinaram um protocolo de cooperação que solidifica a candidatura ao título da UNESCO.  De recordar que a Filigrana de Portugal é uma marca registada no Instituto Nacional da Propriedade Industrial como sendo propriedade de ambos os municípios.

O caderno de especificações para a certificação da Filigrana de Portugal foi estabelecido pela Adere-Minho – Associação para o Desenvolvimento Regional do Minho. O documento dita os parâmetros aos quais os artefactos terão que obedecer para cumprir a designação de Filigrana de Portugal. Com isto pretende-se uma utilização mais fidedigna deste património minhoto em aplicações que passam desde a joalharia e decoração até ao vestuário.

Uma arte com a história do Minho

Quem nunca se deixou encantar pelos famosos corações de Viana? Estas peças são as mais populares em filigrana, sendo usadas pelas mulheres minhotas nos seus trajes tradicionais. A filigrana consiste em torcer fios de ouro e prata para aplicar em formas, resultando em peças de rendilhado delicado.

Desde os tempos pré-romanos que se explora o ouro na zona norte do país, nomeadamente nas minas de Pias e Banjas. A filigrana é um dos destaques maiores da ourivesaria portuguesa, sendo que a sua tradição remota ao século XVIII.

Actualmente, a filigrana cabe aos artesãos familiares, que passam as técnicas de geração em geração. Apesar de serem produzidas à pequena escala, as peças em filigrana – e os corações de Viana em particular – já conquistaram uma fama internacional que vai muito para além do Minho. É essa reputação que a Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso e a Câmara Municipal de Gondomar esperam proteger e cimentar.