Foto: Lino Ramos
Publicidade

O que rima melhor com uma francesinha do que uma cerveja? O Festival da Cerveja e da Francesinha de Amares prova isso mesmo, de 2 a 5 de Agosto.

Esta é a 14ª edição do Festival, que faz da Praça do Comércio, em Ferreiros, o ponto de encontro para centenas de amarenses, emigrantes e visitantes. As famosas francesinhas são confeccionadas pela Pastelaria Bom Doce e Tasquinha do Tomadas.

Segundo a organização, este é um festival criado a pensar especialmente nos emigrantes, que não têm oportunidade de assistir às festas populares que acontecem fora da sua época de férias. Assim, mais do que gastronomia, o Festival da Cerveja e da Francesinha de Amares oferece momentos de animação.

Marchar e Dançar em Amares

A programação arranca no dia 2 de Agosto com a actuação de José Santos, pelas 21 horas. No dia 3, a noite fica reservada à Marcha da Valoriza, à Marcha de Goães e à Marcha da USA – Universidade Sénior de Amares. Esta actuação é seguida pelo dj Rasec, cujas batidas estão marcadas para a meia-noite.

A tarde do dia 4 é dedicada ao desporto com a nova edição do Colorir Amares, iniciativa organizada pela Associação de Montanhismo Idas e Voltas por aí. Pelas 21 horas, as marchas populares voltam à sair à rua com a Marcha de Caldelas e a Marcha de Campolide. Às 22 horas sobe ao palco grupo amarense D Maria, seguido pelo dj Rui Sá.

A terminar a programação do Festival da Cerveja e da Francesinha de Amares, no dia 5 vai actuar o grupo verde Minho, com o som dos tradicionais cavaquinhos.

Mais informações sobre a 14ª edição do Festival no website da Câmara Municipal de Amares.