Publicidade

O Teatro Tivoli BBVA, em Lisboa, volta a exibir em Dezembro O Lago dos Cisnes, um dos mais famosos e vistos bailados de sempre, protagonizado pela conceituada companhia Russian National Ballet.

A peça, criada pelo compositor russo Pyotr Tchaikovsky (1840-1893) por encomenda do Teatro Bolshoi, estreou em Março de 1877, com libreto de Vladimir Begitchev e Vasily Geltzer, tornando-se num ícone do bailado romântico.

O Lago dos Cisnes conta a história de um amor impossível entre um príncipe e uma rapariga-cisne, realçando o tema querido deste período, a dualidade bem-mal, representada pela pureza do cisne branco e pela duplicidade do cisne negro.

A sua coreografia expressiva, assinada pelo bailarino e coreógrafo russo Marius Petipa (1818-1910), relaciona o corpo humano com os movimentos de um cisne, revelando a sua genialidade, o seu potencial coreográfico e criatividade artística, num verdadeiro desafio aos bailarinos, aos quais é exigida uma grande técnica na interpretação dos movimentos dos cisnes.

O espectáculo, já uma tradição natalícia do Tivoli BBVA, permite também ver ao vivo uma das mais reconhecidas companhias de dança do mundo, com um repertório que privilegia os bailados clássicos, como A Bela Adormecida, Don Quixote, Giselle, Suite Carmen, La Bayadere ou O Quebra Nozes.

A Russian National Ballet foi fundada em 1989 por Sergei Radchenko, nome maior do bailado russo e um dos mais importantes solistas do Teatro Bolshoi de Moscovo, com o objectivo de apresentar os clássicos do bailado pelo mundo de forma a “estimular o interesse do espectador moderno e a necessidade para a arte do ballet clássico”.

O Lago dos Cisnes vai subir ao palco a 7 e 8 de Dezembro, às 21 horas, e também às 11 e 16 deste último dia. O preço dos bilhetes varia entre os 17,5 e os 30€.

A 9 de Dezembro o Teatro Tivoli recebe Cinderela, a história de uma menina transformada em criada pela madrasta e suas maléficas filhas mas cuja bondade e beleza são recompensadas, tornando-a numa princesa, feliz para sempre.

Com música do russo Sergei Prokofiev (1891-1953), o bailado estreou em 1945 no Teatro Bolshoi. Ao contrário da história tradicional de Charles Perrault, no bailado as irmãs de Cinderela não são más mas muito desastradas, tornando-se personagens cómicas e irresistíveis. O espectáculo vai decorrer às 15 e às 18:30 e os preços são os mesmos de O Lago dos Cisnes.