Publicidade

O Museu do Oriente, em Lisboa, promove em Dezembro dois workshops de artes tradicionais japonesas, origami e shakuhachi, ideais para decorar e animar a quadra natalícia.

O primeiro, no dia 5, é o “Origami para o Natal”, que vai ensinar a dobrar papel para embrulhos e ornamentos, como estrelas ou kusudama, partindo de diagramas tradicionais e modernos, sem colagens ou recortes e usando apenas uma folha de papel.

Para os apreciadores de música, o Curso de Shakuhachi, ou flauta de bambu japonesa, vai decorrer em cinco sessões, nos dias 22, 23, 26, 27 e 28 de Dezembro. Os participantes vão aprender os princípios básicos de produção sonora, as dedilhações básicas e os fundamentos do complexo sistema de notação do instrumento.

O shakuhachi é um instrumento cheio de história e simbolismo, pois era com ele que os Komuso, monges-samurais, percorriam as estradas do Japão feudal, tocando e pedindo esmola. A flauta também era usada numa forma particular de meditação – o “Suizen” (zen soprado), uma alternativa ao “Sazen” (zen sentado, bastante mais conhecido). Actualmente, é uma componente fundamental da música clássica japonesa e desperta um crescente interesse junto de músicos e públicos de todo o mundo.

Na terceira edição, o Curso de Shakuhachi inclui um tempo dedicado aos que vão agora iniciar-se nesta arte, várias actividades para os que já tiveram um contacto prévio e actividades conjuntas.

Para frequentar o curso não são necessários conhecimentos de música e são disponibilizados instrumentos, a um preço acessível, a quem deseje adquiri-los, informa o Museu do Oriente.