“Angry Birds – A Exposição”: os pássaros aterraram no Pavilhão do Conhecimento

Portugal é o primeiro país europeu a receber a exposição "Angry Birds", inspirada no famoso jogo que pôs pessoas de todas as idades a proteger ovos de pássaros dos malditos Porcos Verdes

Fotografia: pavilhão do Conhecimento
Publicidade

Aprender a brincar. Poder-se-ia dizer que este é o lema do Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva, em Lisboa, ainda mais com a exposição Angry Birds, que é inaugurada esta quinta-feira.

Portugal é o primeiro país da Europa a receber a mostra, inspirada no famoso jogo que pôs pessoas dos 8 aos 80 anos a proteger ovos de pássaros dos malditos Porcos Verdes.

Depois do jogo, criado para a Apple e depois alargado a outros sistemas operativos, veio o filme e a exposição, que teve grande sucesso nos Estados Unidos.

Os pássaros Red, Terence, Bomb, Matilda e Stella dão as boas-vindas a um mundo muito divertido onde há fisgas gigantes, escalada, slides que terminam numa parede com porcos, entre outras actividades.

Os visitantes são convidados a entrar num jogo onde ciência, tecnologia, engenharia, arte e matemática são exploradas num ambiente imersivo.

As forças de atrito, a massa de um corpo, o funcionamento de uma alavanca e até noções de biologia animal são alguns dos temas que atravessam a exposição.

Fotografia: pavilhão do Conhecimento

O público vai poder, por exemplo, comparar a envergadura dos braços com a das asas de aves ou construir modelos de carros e testá-los.

“Fisgas gigantes e mega estruturas, slide e escalada são contextos perfeitos para complementar aprendizagens curriculares”, garante o Pavilhão do Conhecimento sobre a mostra, dividida em cinco áreas temáticas ao longo de mais 1000 m2.

Na gruta dos artistas, cada visitante pode ainda libertar o seu lado mais criativo, desenhando pássaros em papel ou em formato digital.

A exposição Angry Birds vai ser inaugurada às 18:00 horas desta quinta-feira, ficando patente até Setembro do próximo ano.