Fotografia: Wikiloc
Publicidade

Trancoso recebe o Festas Solares – Movimento das Pedras, um projecto com uma dezena de artistas nacionais e estrangeiros, de 15 a 16 de Setembro. Trata-se de uma criação que pretende recordar a arte secular de trabalhar a pedra seca – nome que se dá a um tipo de edificação que consiste no manuseamento de pedras sem mais recursos.

Brigite Oleiro Carlos Rodrigues, Ivo Andrade, Marta Ferreiro e Ana Sofia Sá são alguns dos nomes que constam do Festas Solares. De Espanha chegam artistas como Raquel Diaz e Ana H. del Amo; a elas juntam-se os noruegueses Elin SkramIngvaldsen e Lilja Sighvatsdottir e o alemão Carl Vetter.

A Associação Lzulinar, que promove a iniciativa, salienta que os territórios das Serras do Feital, Vilares e Broca albergam uma presença vasta de construção em técnica de pedra seca. Daí a junção destes artistas para recriar saberes que casam as áreas das Artes Plásticas, Desenho, Escultura e Arquitetura com as áreas científicas da Arqueologia, Antropologia, Geografia, Geologia e Astronomia.

O Festas Solares – Movimento das Pedras é inaugurado com a apresentação do projecto de investigação e criação artística “Movimento das Pedras”, seguindo-se, às 18 horas, a inauguração da exposição de Raquel Diaz e a apresentação de uma escultura pública de Marta Ferreiro, no Lugar Sagrado – Eira do Outeiro.

A noite vai ser preenchida com “Observatórios” pelo artista plástico Carl Vetter, um passeio nocturno ao Jardim das Pedras e uma observação dos astros, pelo professor João Paulo Fidalgo.

Para a manhã do dia 16 está agendada a realização da Rota Jardim das Pedras – Rotas dos Abrigos, um almoço e, pelas 16 horas, no adro da igreja, a apresentação de “O caminho antigo entre Feital e Vila Franca das Naves”, por Brigite Oleiro.

O evento Festas Solares – Movimento das Pedras é organizado pela Associação Luzlinar, que tem sede na aldeia de Feital (distrito da Guarda), no âmbito do Projeto Pontes. Mais detalhes no site oficial.