Bilhetes para Jazz nas adegas com quarteto Ana Alves já estão à venda

Publicidade

Nos dias 09 e 10 de Fevereiro o Jazz nas Adegas levará o Quarteto Ana Alves à Quinta do Barradas, onde actuará pelas 21h00 e 17h00, respectivamente. Os bilhetes já estão à venda.

Esta actividade, organizada pela Câmara Municipal de Silves, integra, mais uma vez, a programação cultural 365 Algarve e conta com produção artística do Ginásio Clube de Faro. Trata-se de uma iniciativa que pretende dinamizar culturalmente os locais onde se produzem os Vinhos de Silves, numa simbiose entre o vinho, o seu produtor e a música, proporcionando uma experiência única ao público, em locais pouco usuais para a apresentação de um concerto de Jazz.

Os concertos são, como habitualmente, acompanhados de provas dos vinhos produzidos pelas adegas anfitriãs, e contemplam ainda a degustação de tapas de produtos locais, num conceito de reconhecido sucesso que marca a oferta cultural de qualidade na época baixa de procura turística pelo Algarve.

Os ingressos têm um custo associado de 12 euros (inclui, para além do concerto, prova de vinhos do produtor, degustação de tapas de produtos locais, voucher de visita ao Castelo e Museu Municipal de Arqueologia e a oferta de uma garrafa de vinho), encontrando-se à venda na plataforma BOL em https://www.bol.pt/Comprar/Pesquisa?q=jazz+nas+adegas&dist=0&e=0 ou num dos seguintes locais: FNAC, Worten, El Corte Inglês, CTT Correios, Pousadas da Juventude, Quiosques Serveasy. O evento destina-se a maiores de 18 anos.

ANA ALVES

Ana Alves frequentou a Escola de Jazz do Hot Clube de Portugal onde trabalhou com os grandes nomes do Jazz nacional. Obteve o 3.º lugar no Festival RTP da Canção, interpretando uma música da autoria de Maria Guinot. Gravou duas músicas de autoria de Sérgio Godinho, para a banda sonora do filme “Amor à Primeira Vista”, realizado por Joaquim Leitão. Actuou com a Orquestra “Speakeasy Blue Notes” e, na Expo’98, com o trio do pianista João Maurílio.

O Quarteto Ana Alves apresenta os clássicos de Jazz que se tornaram imortais ao longo do tempo, e a que ninguém pode ficar indiferente.