Publicidade

A decorrer de 24 a 28 de Abril, a 36ª Ovibeja já tem inscritos muitos expositores das mais diversas áreas e está a receber muitas manifestações de interesse por parte de novas empresas. O Secretariado da Feira já está a funcionar em pleno, no Parque de Feiras e Exposições de Beja Manuel de Castro e Brito.

Também o 9º Concurso Internacional de Azeites Virgem Extra – Prémio CA Ovibeja (com o patrocínio exclusivo do Crédito Agrícola), está a suscitar muitos contactos de interesse por parte de produtores individuais, sociedades olivícolas, cooperativas de diversos países, estando já a receber amostras. Recorda-se que o Concurso está classificado como um dos melhores do mundo, sendo uma referência no que diz respeito ao rigor das normas de classificação. Entre outras, destaca-se a autenticação das amostras por uma entidade idónea independente, o uso de recipiente de vidro escuro, sem rótulo e com sistema de abertura inviolável, o uso de um código de identificação anónimo, sendo os azeites ainda acompanhados de uma análise química e de uma análise organoléptica emitida por um painel de provadores reconhecido pelo Conselho Oleícola Internacional (COI).

Um dos temas principais da edição deste ano da Ovibeja é a problemática das alterações climáticas e o papel dos agricultores na sua mitigação e reversão. A Comissão Organizadora da 36ª Ovibeja está a preparar um conjunto alargado de iniciativas sobre a temática, que integram o debate e a reflexão, a visita e verificação in loco de zonas de elevado potencial de biodiversidade, um património natural que se cruza com o património cultural da região. A anteceder a Ovibeja vão ser realizadas acções, no início de Abril, que envolvem convidados de vários países, de entre eles, os membros do júri do Concurso Internacional de Azeites e ainda os músicos convidados para o concerto do Festival Terras Sem Sombra a realizar em Beja. Esta iniciativa resulta de um acordo de colaboração entre a ACOS e a Pedra Angular, a entidade organizadora do Terras Sem Sombra, num modelo de cooperação e envolvimento que está a ser preparado com muitas outras entidades para enriquecimento da 36ª Ovibeja e dos temas a abordar. Além da problemática das alterações climáticas um dos temas fortes da Ovibeja é ainda a Internacionalização.

A Ovibeja é exemplo de inovação e do envolvimento de todos os seus participantes com vista a trabalhar e a inscrever na ordem do dia assuntos de interesse para a região e para o País. Além dos intervenientes locais, regionais e nacionais, a Comissão Organizadora da Ovibeja está a convidar especialistas de diferentes nacionalidades, formações e responsabilidades, de modo a tratar da forma mais abrangente possível os grandes temas da atualidade. Exemplo do trabalho que está a ser realizado e do intercâmbio de conhecimentos, é a participação de delegações da ACOS – a entidade organizadora da Ovibeja – em feiras e reuniões em diferentes cidades espanholas e, mais recentemente, também dos Estados Unidos da América. Na rota da promoção da Ovibeja está a divulgação dos patrimónios natural e cultural e a importância de preservar e usufruir do seu valor acrescentado.