“Recordar Amares” é na Galeria de Artes e Ofícios

Mais de 100 fotografias retratam memórias do concelho

SONY DSC
Publicidade

Foi inaugurada, no dia 30 de Maio, na Galeria de Artes e Ofícios, na Praça do Comércio, a exposição “Recordar Amares”, da autoria de Armando Martins e foto Kim. A mostra fotográfica retrata o concelho de Amares de outrora e vai estar patente durante os meses de Junho, Julho e Agosto.

“Estas imagens fazem parte da identidade e da história do nosso concelho e esta exposição é uma excelente oportunidade para que as gerações mais velhas possam viajar um pouco no tempo através das suas memórias e para que as gerações mais novas conheçam o concelho de Amares na sua génese e o comparem com os dias de hoje”, referiu o presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira.

“A história destas fotografias parte desde o tempo em que eu era menino, via as fotografias do meu pai e da minha mãe e comecei a apaixonar-me por fotografia. Em 1952 tive um professor francês que me deu as primeiras aulas e depois comecei a fotografar e, deste aí até aos dias de hoje, fui guardando com o intuito de um dia reunir porque achava que teria muita utilidade para a terra comecei guardar”, referiu Armando Martins. “Criamos este espólio que é uma relíquia para a terra e para as gerações vindouras”, acrescentou.

Lembrando que muito mais haveria para mostrar e que estas fotografias são apenas “uma pequena amostra” do portefólio dele e do irmão que partilham a mesma paixão pela fotografia, Joaquim Martins diz não ter dúvidas de que “muitos amarenses se vão rever nestas fotografias e recordar com uma certa nostalgia Amares de outros tempos”.

A exposição pode ser visitada no horário de funcionamento da Galeria de Artes e Ofícios: de segunda a sexta, entre as 9h00 e as 12h00, da parte da manhã, e entre as 14h00 e as 18h00, da parte da tarde. Aos sábados o horário de abertura é das 10h00 às 13h00.