Um prémio para quem ficou desempregado

Publicidade

Prémio Leya atribuído a João Ricardo Pedro, engenheiro que ficou desempregado em 2009.
O escritor João Ricardo Pedro recebeu ontem o Prémio Leya, graças ao romance “O teu rosto será o último”.

A cerimónia contou com a presença de Manuel Alegre, presidente do júri, e ainda do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho.

João Ricardo Pedro ficou desempregado em 2009 e nessa altura começou a escrever o livro. Iniciava-se uma aventura de dois anos, ao fim dos quais entregou o romance na Leya e voltou à vida normal.

Casado e com dois filhos, o engenheiro eletrotécnico dá explicações de matemática. Agora vai receber 100 mil euros, o mais valioso prémio para a literatura em português.