“Dicionário de personagens da obra de José Saramago” apresentado na Casa dos Bicos

Publicidade

O dicionário resulta de um trabalho de investigação elaborado por Salma Ferraz ao longo de 15 anos, e reúne personagens das obras de Saramago.
“Dicionário de personagens da obra de José Saramago” é apresentado esta sexta-feira, na Casa dos Bicos, sede da Fundação José Saramago. Em comunicado, a fundação afirma que o dicionário foi “elaborado ao longo de 15 anos” pela investigadora brasileira, e conta com a colaboração de 15 participantes e 68 investigadores. “O dicionário reúne 354 personagens, depois de um trabalho exaustivo de cujo resultado a autora, no prefácio, se diz insatisfeita”, pode ler-se no comunicado. Salma Ferraz escreve: “Não estou contente, persigo a perfeição e já visualizo várias revisões em futuras edições”.

Salma Ferraz, professora associada de Literatura Portuguesa na Universidade Federal de Santa Catarina, em Florianópolis, doutorou-se com uma tese intitulada “As faces de Deus na obra de um ateu: José Saramago”. Salma Ferraz é também autora de obras de ensaio como “Ensaios: Fernando Pessoa, Eça e Saramago” e dos livros de ficção “Em nome do Homem”, “O ateu ambulante” e “A ceia dos mortos”.

“Dicionário de personagens da obra de José Saramago” é publicado pela editora universitária brasileira Edifurb, e inclui a reprodução do discurso do escritor na aceitação do Prémio Nobel, em 1998, e ainda “uma curta biografia de José Saramago, a respectiva bibliografia, a lista de prémios, condecorações e doutoramentos honoris causa”.

A Fundação José Saramago abriu ao público no passado dia 13 de junho e já recebeu mais de 10 mil visitantes.