Pelos Trilhos de Portugal-Rota dos Abutres, Idanha-a-Nova

Pelos Trilhos de Portugal-Rota dos Abutres, Idanha-a-Nova

Salvaterra do Extremo é uma aldeia do concelho de Idanha-a-Nova conhecida por abrigar um grande leque de espécies de aves, entre as quais os abutres que dão nome a este trilho.

Com início marcado junto à Igreja Matriz, a Rota dos Abutres guia-nos até ao antigo posto da guarda fiscal, também conhecido como Caseta. Este caminho, por sua vez, leva-nos até ao “Castilho de Peñafiel”, um observatório de aves junto à Extremadura Espanhola.

Este local ilustra-se como um importante habitat para Grifos, Abutre Negro, Abutre do Egipto, Águia de Bonelli, Águia Cobreira, Cegonha Negra e Guarda Rios, que podem ser observados deste observatório e ao longo das margens do Rio Erges.

O percurso continua até à Fonte da Ribeira junto ao Rio, onde se podem observar algumas azenhas e duas fontes que davam de beber à população. O caminho continua até ao Vale da Idanha e segue para os Currais da Arvéola e então para o Vale das Eiras voltando, assim, para o Largo do Adro da Igreja, onde começou o percurso.

O percurso conta com 10,5 quilómetros e segue por caminhos rurais, tradicionais e antigos da Aldeia de Salvaterra do Extremo, permitindo que os visitantes conheçam um pouco da sua história e do seu património natural.