Pelos Trilhos de Portugal- Trilho da Maria da Fonte, Póvoa de Lanhoso

Pelos Trilhos de Portugal- Trilho da Maria da Fonte, Póvoa de Lanhoso

O itinerário pedestre “Maria da Fonte” é um percurso linear de pequena rota com cerca de sete quilómetros inserido no Município de Póvoa de Lanhoso. Este trilho é uma homenagem a Maria da Fonte, heroína popular do concelho.

Maria da Fonte, a quem não se conhece a cara, ficou conhecida pelo seu esforço no combate à liberdade e justiça social. A primeira revolução a que esta personalidade está ligada aconteceu em 1946 face à morte de Custódia Teresa, habitante da freguesia de Fontarcada. Este evento deu início a pequenos motins e posteriormente a uma nova revolução a que se deu o nome de Patuleia, uma guerra civil que decorreu entre Outubro de 1846 e Junho de 1847.

O percurso começa no Lugar do Mosteiro, junto à Igreja Românica de Fontarcada e desdobra-se através de caminhos rurais da região, até chegar ao Castelo de Lanhoso, onde termina este trilho.

Abrigado por um grande leque de espécies de flora, onde se destaca o carvalho-alvarinho, o pinheiro e o eucalipto, este percurso decorre junto de vários terrenos agrícolas em que predominam as plantações de vinha, milho e batata. Aqui os pedestres podem encontrar gado bovino, caprino e cavalar, coelhos bravos e esquilos.

Para além disso, este percurso passa junto da Ribeira de Frades e do Ribeiro do Pontido, onde podem ser observadas aves de pequeno porte como andorinha, melro, tordo, corvo e rola brava.

Nas margens destas ribeiras podem ser encontrados alguns moinhos e azenhas. Este percurso permite ainda que os pedestres passem pelo Centro de Artesanato da Casa de Trabalho, pelo Núcleo Rural de Calvos, pelo Carvalho Secular de Calvos e pelo Monte do Pilar.